"

Tempestade tropical Harvey deixa 6 mortos no Texas

A tempestade tropical Harvey atingiu a cidade de Houston com maior intensidade, espalhando inundações “por toda parte”, disse o prefeito Sylvester Turner neste domingo (26), acrescentando que serão colocados 40 barcos para ajudar as equipes de resgate para retirar moradores presos em suas casas por causa das enchentes.

Acompanhe em tempo real os desdobramentos da tempestade tropical que atingiu o Texas

O furacão Harvey, que se enfraqueceu e se transformou em tempestade tropical, deixou pelo menos cinco mortos e dezenas de feridos ao passar pela cidade do estado do Texas, informou neste domingo o Serviço Meteorológico Nacional dos Estados Unidos (NWS). Houston é a quarta maior cidade dos EUA, com 2 milhões de habitantes.

Mais tarde, foi confirmada que a tormenta deixou outra pessoa morta no Texas, na cidade de Rockport.

Mais de 2 mil chamadas de pessoas pedindo para serem resgatadas de casas e carros foram recebidas até agora em Houston, disse Turner. “Não vá para a estrada. Esta tempestade não acabou”, alertou.

Dois novos refúgios, incluindo um centro de convenções em Houston, receberão os desabrigados. O serviço de ônibus de Houston foi temporariamente suspenso. Além disso, as aulas foram canceladas em todas as escolas durante a próxima semana.

 

Moradores carregam seus pertences no meio da inundação em Galveston, Texas, neste domingo (Foto: Brendan Smialowski/AFP )

Apesar de o NWS relatar cinco mortes, o Escritório do Xerife do condado de Harris, ao qual Houston pertence, só confirmou uma vítima fatal pelo furacão à Agência Efe. Ela é uma idosa que morreu ao dirigir por ruas inundadas do lado oeste de Houston.

O veículo da mulher, que não teve a identidade revelada, ficou preso em uma região com um nível de água muito alto. Ela não conseguiu sair do automóvel e morreu no local.

A primeira vítima do furacão foi registrada na pequena cidade de Rockport, a primeira atingida pelo fenômeno climático na sexta-feira, onde o Harvey passou com ventos de 215 km/h.

O morto, que também não teve a identidade revelada, ficou preso em casa durante um incêndio, segundo as autoridades de Rockport.

No Twitter, o xerife do condado de Harris, o democrata Ed González, afirmou que o número de mortos pode aumentar e revelou que os serviços de emergência estão atendendo dezenas de ligações em Houston por causa das tempestades geradas pelo Harvey.

Agentes da polícia de Houston evacuaram dois complexos de apartamentos, de onde resgataram mais de 50 crianças das inundações, informou o jornal local “Houston Chronicle”.

O NWS alertou em um boletim divulgado pela manhã que a tempestade tropical está causando “inundações catastróficas” e que podem colocar a vida das pessoas em risco, com ventos de até 75 km/h.

Furacão mais poderoso em 50 anos

O Harvey chegou na tarde na sexta-feira (25) como o furacão mais poderoso a atingir o Texas em mais de 50 anos. Espera-se que o número de mortos aumente à medida que a tempestade atinja o Texas durante dias, provocando mais inundações, marés altas e tornados.

Harvey está previsto para chegar lentamente a Houston até quarta-feira. O centro da tempestade ainda é de 125 milhas (201,17 km) a sudoeste da quarta cidade mais populosa dos Estados Unidos.

Os serviços de emergência pediram aos moradores que subissem aos telhados de suas casas, em vez de entrar em seus sótãos para escapar rapidamente das águas. As autoridades alertaram os mais de 2 milhões de habitantes da cidade para não deixar as casas inundadas porque muitas estradas da cidade estavam debaixo d’água.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que vai viajar ao Texas assim que a viagem possa ser feita sem causar interrupção. Ele disse que o foco agora deve ser “vida e segurança”.

Harvey continuará afetando a região de grande produção de petróleo. Na costa texana, concentra-se quase um terço da atividade de refino de petróleo dos Estados Unidos. O Golfo do México representa 20% da produção do país.

Segundo boletim de sábado, 112 plataformas de produção de petróleo foram evacuadas – o correspondente a 24,5% da produção diária de cru, e a 26% da de gás.

O Harvey fez reviver nos EUA o trauma do furacão Katrina, que causou graves inundações e deixou 1.800 mortos, em 2005, em Nova Orleans (sul), no estado vizinho de Louisiana. Na época, o presidente George W. Bush foi duramente criticado por sua lentidão e atuação tardia para ajudar a região.







Foto e link total de:http://g1.globo.com/mundo/noticia/inundacoes-atingem-houston-e-40-barcos-sao-usados-em-resgates-de-desabrigados.ghtml

Gostou? Deixe seu comentário!

Compartilhe seu comentário no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright - 2014-2017 Rádio Nova99,3 Iguaçu Fm. Santiago RS. Direitos Reservado. Designer Sttill Mag Jhonson Bravo.