Saiba como o sono pode ajudar (ou atrapalhar) a dieta

Um novo estudo mostrou que prolongar as horas de sono, principalmente para quem dorme pouco, reduz a vontade de comer açúcar e carboidratos

Uma boa noite de sono, além de ser benéfica para a saúde e o bem estar, também é uma ótima aliada da dieta. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que dormir as oito horas de sono recomendadas contribui para uma menor ingestão de carboidratos e açúcar. Por outro lado, estudos anteriores já mostraram que a privação do sono pode ter um impacto no apetite semelhante ao da maconha.

Higiene do sono

Para investigar o impacto do tempo de sono na ingestão de nutrientes, pesquisadores da King’s College, em Londres, realizaram um experimento com 42 adultos saudáveis que dormiam entre cinco e sete horas por noite. Metade dos participantes foi colocada no grupo de intervenção, onde, após realizarem uma consulta de 45 minutos, receberam uma sugestão de higiene do sono de acordo com seu estilo de vida, como evitar cafeína antes de se deitar, ter uma rotina relaxante e controlar a fome. O objetivo era que essas pessoas conseguissem aumentar em até 1h30 o tempo de sono por noite.

Menos açúcar e carboidrato

Os demais, que eram parte do grupo de controle, e não receberam intervenção nos padrões de sono. Os resultados mostraram que 86% daqueles que receberam os conselhos de sono aumentaram em cerca de 55 minutos o tempo gasto na cama e metade deles aumentou a duração do sono em 21 minutos. Após um mês dormindo melhor, houve uma redução de 9,6 gramas por dia no consumo de açúcar, o que corresponde a meia barra de chocolate ou uma meia fatia de bolo de chocolate com cobertura – e menor consumo de carboidratos.

Intervenção simples

Estudos anteriores já haviam mostrado que a privação do sono faz com que as células cerebrais tenham maior preferência por comidas pouco saudáveis, que além de fornecerem mais energia, trazem uma sensação de conforto. “O fato de a extensão do tempo de sono ter levado a uma redução do consumo de açúcar […] sugere que uma simples alteração no estilo de vida pode ajudar as pessoas a consumirem dietas mais saudáveis.”, disse Wendy Hall, do departamento de ciências nutricionais do King’s College.

Outra hipótese dos pesquisadores é que, mais tempo gasto na cama equivale a menos tempo petiscando ao longo do dia. Independente do motivo, tentar prolongar seu sono, principalmente se você estiver dormindo menos de oito horas por noite, pode ser uma boa tentativa para manter o peso.

 

Fotos e link total de:https://veja.abril.com.br/saude/saiba-como-o-sono-pode-ajudar-ou-atrapalhar-a-dieta/

Gostou? Deixe seu comentário.

Olá, Gostou? Então compartilhe, divulgue nosso trabalho! A equipe Nova99,3 agradeçe .