Governo libera R$ 190 mi para assistência a venezuelanos em Roraima

O governo federal publicou na edição desta segunda-feira (12) do Diário Oficial da União (DOU) medida provisória que libera R$ 190 milhões para a assistência emergencial a imigrantes venezuelanos que entraram no País pela fronteira com Roraima.

Este é o primeiro aporte de verbas federais para o estado desde que o presidente  Michel Temer garantiu, no mês passado, que “não faltariam recursos” para lidar com a situação dos imigrantes em Roraima .

A chegada de venezuelanos a Roraima se intensificou nos últimos dois anos como resultado da crise no governo chavista de Nicolás Maduro no país vizinho. De acordo com os cálculos da Prefeitura de Boa Vista, a capital já abriga mais de 40 mil cidadãos venezuelanos, número que representa cerca de 10% da população local, que totaliza cerca de 330 mil habitantes.

Os imigrantes que chegam ao estado têm se acumulado em abrigos na capital e  encontrado dificuldades para conseguir trabalho e condições mínimas de sobrevivência, conforme denunciou a procuradora do Trabalho Priscila Moreto, da 11ª Região de Roraima, em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado.

Leia também: Alerta em Roraima devido a sete casos de sarampo na capital

Promessa de Temer

Temer esteve em Boa Vista durante o Carnaval para discutir a crise decorrente da entrada dos imigrantes. Na ocasião, o presidente se disse “preocupado” e garantiu que “não vai descansar” até solucionar a questão – que, em seu entendimento, “aflige” não só aos roraimenses, mas a todo o Brasil.

“Quero registrar em letras garrafais que não descansarei enquanto não resolver os problemas de Roraima. Estou preocupado, naturalmente, com esse afluxo intenso de venezuelanos, que cria problemas para o estado de Roraima, mas certa e seguramente vai criar problemas para outros estados se nós não tomarmos algumas medidas de natureza federal”, destacou.

O presidente também lamentou a situação da Venezuela e anunciou que seu governo pretende conduzir os imigrantes que chegam a Roraima a outros estados do País para “diversificar a entrada” de venezuelanos. “Eles saem de seu país porque não há condições de vida no estado venezuelano e vem para cá em situações de miserabilidade absoluta. Vamos deixá-los passar fome? Vamos impedir que eles tenham acesso à saúde? Tudo isso demanda recursos e uma coordenação entre a União, o estado e municípios. Não faltarão recursos”, disse.

Fotos e link total de:http://www.verdadegospel.com/governo-libera-r-190-milhoes-para-assistencia-a-venezuelanos-em-roraima/

Gostou? Deixe seu comentário!

Correios: Justiça manda funcionários pagarem pelo plano de saúde

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu que os funcionários dos Correios deverão pagar uma mensalidade pelo plano de saúde. Hoje, não há mensalidade, mas os trabalhadores pagam uma taxa de coparticipação por consultas e exames.

A mensalidade vai variar de 2,5% a 4,4%, dependendo do salário do colaborador. O TST também alterou a forma de cobrança da cobertura dos cônjuges e dependentes. A partir de agora, eles contribuem com um porcentual que varia de 35% (filhos) a 60% (cônjuges) sobre a mensalidade do funcionário.

Pelas regras atuais, pais e mães dos funcionários também têm direito ao plano de saúde do funcionário. O TST decidiu que eles podem ficar no plano até 1º de agosto de 2019, quando vence o atual acordo coletivo da categoria. Pais e mães em tratamento médico podem ficar no plano até receberem alta.  Segundo os Correios, pais e mães poderão ser incluídos em plano família a ser criado a partir de 2019.

O julgamento do plano de saúde detonou a greve dos funcionários, deflagrada neste domingo. Hoje, os Correios têm 108 mil funcionários, mas paga as despesas médicas de 400 mil pessoas. Além dos 32 mil aposentados, também são cobertos pelo plano de saúde os filhos, cônjuges e pais dos funcionários.

Hoje, os custos do plano de saúde dos trabalhadores representam uma despesa da ordem de R$ 1,8 bilhão ao ano.

Em nota, o presidente dos Correios, Guilherme Campos, diz que a decisão representa um grande avanço para a retomada do processo de recuperação da empresa, que enfrenta uma grave crise financeira. “A decisão ficou distante da nossa proposta inicial, mas é um reconhecimento de que o custeio tem que ser compartilhado e o primeiro passo importante para a sustentabilidade do plano e dos próprios Correios”, explica.

Representantes dos funcionários se reúnem ainda hoje para avaliar o julgamento do TST e a continuidade ou não da greve

Fotos e link total de:http://www.verdadegospel.com/correios-justica-manda-funcionarios-pagarem-pelo-plano-de-saude/

Gostou? Deixe seu comentário!

Homenagem Ao 8 de Março – Dia Internacional Da Mulher

Mulher, símbolo de sensibilidade. És a glória do homem, fonte terna de amizade, pérola de inestimável valor. Âncora férril da imaginação, manancial profundo de amor. Alma misteriosa, tens inexplicável poder. Poder de conciliar trabalho, emoção, lar. Mestra na arte de amar, tens especialmente um dia escolhido para te homenagear. 

Parabéns Mulher! Março é o seu mês!!!

São os sinceros votos da equipe Nova99.3 Iguaçu FM