dom. dez 16th, 2018

Como a atividade física melhora a vida sexual masculina

De acordo com pesquisa, homens que se exercitam regularmente conseguem prolongar a penetração e evitar a ejaculação precoce

Homens que se exercitam regularmente têm melhor desempenho sexual, diz estudo publicado no periódico Urology Journal. De acordo com os pesquisadores, a realização diária de atividades físicas como correr, andar de bicicleta ou levantar peso permite que a duração do sexo seja, em média, cinco minutos maior em comparação com indivíduos sedentários. 

A pesquisa turca ainda destacou que a ejaculação precoce, problema que afeta cerca de 21% a 33% da população masculina em idade sexual, é mais frequente em homens com estilo de vida sedentário. “Pode-se supor que a atividade física regular pode ser eficaz em ganhar uma vida sexual de maior qualidade”, escreveram os cientistas. 

Pesquisa anterior realizada pelo New England Research Institutes, nos Estados Unidos, já haviam descoberto que o risco de disfunção erétil pode ser reduzido em até 70% para homens que praticam exercício físico diariamente. 

O estudo

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores observaram a rotina de exercícios de 250 participantes entre 18 e 45 anos de mesma origem étnica e região; eles foram divididos em dois grupos de acordo com a quantidade de tempo dedicado a participação em atividades físicas. Além disso, equipe monitorou a vida sexual dos homens durante seis meses, pedindo que os participantes e suas parceiras cronometrassem o tempo de sexo, contando a partir da penetração vaginal até a ejaculação.

Os resultados mostraram que aqueles que correram, pedalaram ou levantaram peso durante 40 minutos diários duravam cerca de 5 minutos e meio a mais. Já homens que caminhavam menos de 30 minutos por semana duraram em média três minutos; deste grupo, um indivíduo ejaculou em apenas 30 segundos da penetração.

Os pesquisadores também pediram que os homens avaliassem o grau de satisfação das parceiras após a relação sexual: no grupo que se exercitavam regularmente, 76% acreditavam que a parceira estava completamente satisfeita; número que caiu para 56% no grupo dos sedentários. 

Ejaculação precoce

A pesquisa ainda buscou averiguar quantos participantes demonstraram sinais de ejaculação precoce, definida pela Sociedade Internacional de Medicina Sexual (ISSM, na sigla em inglês) como a ejaculação que ocorre dentro do primeiro minuto da penetração. Na análise, descobriu-se que nenhum dos homens no grupo de exercícios regulares apresentou o problema, já no segundo grupo a taxa foi de 27%. 

De acordo com o Serviço de Saúde do Reino Unido, a condição pode ser dividida em duas categorias: primária e secundária. A primária é geralmente causada por questões psicológicas, como ter passado por uma experiência sexual traumática quando jovem. Já a secundária está relacionada a fatores psicológicos e físicos, tendo sido associada também ao alcoolismo.

A ejaculação precoce é uma condição muito comum que pode interferir tanto na vida sexual quanto na qualidade de vida do homem, podendo causar estresse, desconforto e angústia, o que leva alguns homens a evitar o sexo. Os homens que enfrentam o problema não devem ter vergonha de procurar ajuda médica e buscar formas de tratamento para garantir uma vida sexual satisfatória.

Artigo 100% extraído de:https://veja.abril.com.br/saude/como-a-atividade-fisica-melhora-a-vida-sexual-masculina/

 

Olá, Gostou? Então compartilhe, divulgue nosso trabalho! A equipe Nova99,3 agradeçe .