Agentes de saúde intensificam o trabalho de eliminação de focos do ‘mosquito da dengue’

Após a confirmação de um caso de chikungunya em Santiago, mão há mais tempo nenhum a perder na batalha contra o Aedes Aegypti. A Prefeitura quer vencer essa guerra contra o mosquito e mais de 60 agentes de saúde estão trabalhando na verificação e eliminação de criadouros. Conforme a secretária de Saúde, Gisélle Kolinski Ribeiro, neste primeiro momento as varreduras estão acontecendo no centro e também nos bairros Itu, São Vicente, São Jorge, Maria Alice Gomes e Alto da Boa Vista. Em dois locais do centro, que resultaram nas suspeitas e na pessoa infectada, houve aplicação de inseticida.

Multas serão aplicadas

A Secretaria de Gestão mobilizou o seu comitê de inteligência fiscal para dar dar suporte ao trabalho dos agentes comunitários em relação às denúncias de terrenos sujos. Os proprietários de locais denunciados serão autuados e devem resolver o problema em até 15 dias. Se não fizer, após o 16º a multa, de R$ 1.110 a R$ 2.220, passa a valer. Se em até 60 dias o pátio ou terreno continuar sujo, o valor da multa dobra. Conforme o secretário municipal Éldrio Machado, serão 11 agentes fiscais vão fazer parte desta força-tarefa.

Fotos e link total de:http://www.santiago.rs.gov.br/noticia/4474/21-05-2018/agentes-de-saude-intensificam-o-trabalho-de-eliminacao-de-focos-do-mosquito-da-dengue