A Europa é de Messi: craque segue com menos gols que CR7, mas tem média melhor

Os mais de 97 mil torcedores que lotaram o Camp Nou na vitória por 3 a 0 do Barcelona sobre o Chelsea assistiram a mais uma atuação fenomenal de Messi. Aos 2 minutos e 8 segundos, ele fez o gol mais rápido da sua carreira. Ainda no primeiro tempo, uma linda arrancada e assistência para Dembélé. E, no segundo tempo, entrou para a história: fez seu gol de número 100 em Liga dos Campeões.

O argentino continua atropelando números. E segue à caça de Cristiano Ronaldo. O camisa 10 do Barça chegou aos 100 gols, assim como o português, mas em menos jogos que o seu concorrente de sempre concorrente. O atacante merengue precisou de 144 jogos – no total, o camisa 7 do Real Madrid balançou as redes 118 vezes no torneio (veja comparação completa no infográfico).

– Estou contente por fazer 100 gols nesta competição, mas o mais importante é que passamos um rival muito difícil e com jogadores muito bons. Conseguimos marcar rápido e isso foi importante. Estou feliz pela forma que tudo aconteceu. Eles não terem feito gol mostra muito o que fez a equipe, muito forte e concentrada os 90 minutos. Com o terceiro gol vimos que conseguiríamos a classificação – disse Messi, em entrevista à Uefa.

 

Cristiano Ronaldo está à frente do argentino com a maior diferença de gols desde que ambos começaram a disputar a Liga dos Campeões (Foto: Infoesporte)

Cristiano Ronaldo está à frente do argentino com a maior diferença de gols desde que ambos começaram a disputar a Liga dos Campeões (Foto: Infoesporte)

O primeiro gol de Messi na Liga dos Campeões foi marcado no dia 2 de novembro de 2005, contra os gregos do Panathinaikos. Era o seu quarto jogo pelo torneio. Nesta quarta, em sua partida de número 123, os fãs viram de perto mais uma página da história de um dos melhores de todos os tempos. E, Antonio Conte, treinador do time vítima do 100º, se rendeu ao atacante do Barcelona:

 

“É certo reconhecer que ele é um jogador super, super, super top. Estamos falando de um jogador que toda temporada pode chegar a marcar 60 gols. Estamos falando de um jogador extraordinário e capaz de determinar o resultado de qualquer partida. O melhor jogador do mundo. Nasce um jogador como ele a cada 50 anos”, Antonio Conte.

Do primeiro ao 100º: veja foto dos dois momentos

View image on Twitter

View image on Twitter

UEFA Champions League

@ChampionsLeague

 

Messi, 1-100 ⚽️

1 – Panathinaikos (2005)
50 – AC Milan (2012)
100 – Chelsea (2018)#UCL

Twitter Ads info and privacy
 
 

O Chelsea, até o início do duelo deste ano, era uma pedra no sapato de Messi: foram oito jogos sem conseguir marcar na equipe londrina. Os Blues ainda são os que permaneceram mais jogos sem ser vazados pelo craque. Mas, em dois jogos, isso ficou para trás – o time sofrerau três gols nos dois confrontos. Ainda assim, outros clube inglês foi a maior vítima: Messi fez nove gols no Arsenal. Celtic e Milan vêm na sequência e foram vazados oito vezes pelo gênio.

– Ter Messi no time é um luxo. É determinante porque em qualquer jogada ele pode levar perigo. Nosso jogo de ataque passa por ele e qualquer jogada ele faz melhor – comemora o técnico Ernesto Valverde.

O atacante francês Giroud, do Chelsea, também usou o argentino para explicar a queda de sua equipe. Para ele, a eficiência de Messi foi fatal:

– Mas no fim das contas, eles jogam com um jogador que é muito eficiente e muito difícil de se enfrentar, que é o Messi. Ele fez três gol em dois jogos e ainda deu uma assistência.

Nesta edição da Liga dos Campeões, Messi marcou seis gols – metade dos 12 de Cristiano Ronaldo. A disputa entre os dois deve continuar forte, e o sorteio das quartas de final pode colocar Barcelona e Real Madrid frente à frente em poucas semanas. O sorteio dos confrontos será realizado nesta sexta-feira, às 8h, com transmissão do GloboEsporte.com.

Alguns dados do recorde de Messi

Os 100 gols de Messi

  • 57 gols no Camp Nou
  • 41 gols fora de casa
  • dois gols em campo neutro (finais)
 

Foram quatro gols de cabeça, 15 com o pé direito e 81 com a canhotinha (Foto: Reprodução/Barcelona)

Foram quatro gols de cabeça, 15 com o pé direito e 81 com a canhotinha (Foto: Reprodução/Barcelona)

Os maiores artilheiros da Liga dos Campões

  • Cristiano Ronaldo: 118 gols em 152 jogos
  • Messi: 100 gols em 123 jogos
  • Raúl González: 71 gols em 142 jogos
  • Van Nistelrooy: 56 gols em 73 jogos
  • Benzema: 53 gols em 100 jogos

29 clubes e 43 goleiros diferentes levaram gols de Messi na Liga dos Campeões

 

Principais vítimas (clubes)

  • Arsenal: nove gols
  • Milan: oito gols
  • Celtic: oito gols
  • Bayer Leverkusen: sete gols
  • Ajax: seis gols

Principais vítimas (por país dos clubes)

  • Inglaterra: 20 gols
  • Alemanha: 16 gols
  • Itália: 12 gols
  • Escócia: nove gols
  • França: sete gols

Principais vítimas (goleiros)

  • Bernd Leno: sete gols
  • Christian Abbiati: sete gols
  • Manuel Almunia: seis gols
  • Andrey Dikan: quatro gols

Messi na carreira

  • 748 jogos
  • 602 gols
  • 247 assistências

Fotos e link total de:https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/liga-dos-campeoes/noticia/a-europa-e-de-messi-craque-segue-com-menos-gols-que-cr7-mas-tem-media-melhor.ghtml

Gostou? Deixe seu comentário!