Google desabilita palavras-chaves ofensivas de anúncios

O Google, empresa da Alphabet, afirmou que desabilitou a “maioria” das palavras-chave ofensivas que poderiam ser usadas por publicitários para atingir pessoas que pesquisam tópicos racistas e antissemitas.

Maior plataforma de publicidade do mundo, o Google permitiu que anunciantes mirassem buscas como “porque os judeus arruínam tudo” e sugeriu que exibissem as propagandas ao lado de pesquisas como “o malvado judeu” e “controle judeu dos bancos”. A ação foi descoberta pelo BuzzFeed.

Os anúncios ficavam visíveis quando essas palavras-chave eram pesquisadas e a plataforma de compras de anúncios do Google rastreava as exibições.

O Google desabilitou todas as palavras reveladas na campanha do BuzzFeed, exceto uma que corresponde exatamente a “negros destroem tudo”, segundo o relatório.

“Já desativamos essas sugestões e os anúncios relacionados, e trabalharemos mais para impedir que isso aconteça novamente”, disse por email Sridhar Ramaswamy, vice-presidente de anúncios do Google.







 

 

Este conteúdo é originário total de:https://g1.globo.com/tecnologia/noticia/google-desabilita-palavras-chaves-ofensivas-de-anuncios.ghtml

Gostou? Deixe seu comentário!

Compartilhe seu comentário no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright - 2014-2017 Rádio Nova99,3 Iguaçu Fm. Santiago RS. Direitos Reservado. Designer Sttill Mag Jhonson Bravo.